Madeira :. Portugal

Ilha da Madeira
Vista da ilha da Madeira desde o ponto mais alto da ilha, O Pico Ruivo

O arquipélago da Madeira foi distinguido como o melhor destino insular de sempre pelos World Travel Awards. A Madeira é um local cosmopolita numa sociedade com infraestruturas modernas que preserva as tradições ancestrais. O Funchal – a capital administrativa da região – é a porta de entrada para toda a ilha. A Madeira é uma ilha onde é possível viver com segurança, tranquilidade e bem-estar devido à estabilidade social e cultural. Madeira é um arquipélago português localizado no oceano Atlântico, constituído por:

  • Ilha da Madeira, com 736 km2,
  • Ilha do Porto Santo, com 43 km2,
  • Ilhas Desertas, com 14 km2
  • Ilhas Selvagens, com 18 km2.

Apenas as ilhas da Madeira e do Porto Santo são habitadas.

O arquipélago da Madeira é organizado em onze concelhos:

Calheta, Madeira
praia de areia da Calheta foi construída com areia importada. É uma atração importante na ilha da Madeira

Calheta: é o maior município da ilha da Madeira, com aproximadamente 12 mil habitantes. O Centro de Arte Casa das Mudas, a praia da Calheta, o complexo balnear do Paúl, o porto de recreio da Calheta e o miradouro Trigo de Negreiros constituem as principais atrações da Calheta

Câmara de Lobos: é um município da ilha da Madeira com aproximadamente 36 mil habitantes. A localidade de Câmara de Lobos é um dos mais famosos pontos turísticos de toda a ilha. As principais atrações de Câmera de Lobos são a gastronomia ocupa um lugar de destaque na atração de turistas, a espetada de Santo António, a poncha e o vinho da Madeira; O miradouro do Salão Ideal, o miradouro da Torre do Pico, o teleférico, o Cabo Girão, o miradouro Eira do Serrado, o miradouro Boca dos Namorados, o Complexo Balnear das Salinas, o jardim do Ilhéu, a baía de Câmara de Lobos e a praia do Vigário.

Funchal é a capital da Madeira. Descrevemos abaixo mais em detalhe

Machico: é uma cidade na Madeira aproximadamente 22 mil habitantes. Os locais em Machico com interesse a visitar são: a capela dos Milagres, o monumento à cerejeira, o monumento ao Levadeiro, o Forte de Nossa Senhora do Amparo, a capela de São Roque, a Igreja Matriz de Machico, a praia da Alagoa, a praia da Ribeira de Natal, a praia de São Roque, a praia da Maiata, a praia de areia de Machico, o complexo balnear do Porto da Cruz, o complexo balnear do Caniçal, a prainha, o Miradouro Fortim do Pico, o Pico da Piedade, o Miradouro do Caniçal – Cais das Sardinhas, o Miradouro do Senhor dos Milagres, o Miradouro Pico do Facho, o Miradouro Francisco Alvares Nóbrega, Miradouro do Radar, a Baía da Abra, o Miradouro da Portela, o Miradouro de Gambão.

Ponta do Sol: é um município na ilha da Madeira com aproximadamente 9 mil habitantes. As principais atrações na Ponta do Sol são a praia da Ponta do Sol, a praia do Calhau e o Centro Cultural John dos Passos.

Porto Moniz: é uma localidade da ilha da Madeira com aproximadamente 2800 habitantes. Os principais pontos de interesse são: as piscinas naturais do Aquário, as piscinas do Clube Naval do Seixal, a praia do Porto de Abrigo do Seixal, a Poças das Lesmas, o Calhau das Achadas da Cruz, a Foz da Ribeira da Janela, o Miradouro da Ribeira da Janela, o Miradouro da Santinha, o Miradouro do Parque das Merendas, o Miradouro do Pico, o Miradouro do Redondo, o Miradouro do Teleférico, o Miradouro do Véu da Noiva, o Miradouro do Porto de Abrigo, o Centro Ciência Viva da Madeira, o teleférico das Achadas da Cruz e a Vereda do Fanal.

Porto Santo é a segunda maior ilha do arquipélago da Madeira, vamos descrever em pormenor mais abaixo...

Ribeira Brava

Vista mar desde uma esplanada em Ribeira Brava
Vista mar desde uma esplanada em Ribeira Brava

Ribeira Brava: é uma localidade na ilha da Madeira com aproximadamente 14 mil habitantes. Os locais a visitar na localidade da Ribeira Brava são: o forte da Ribeira Brava, o Mercado Municipal, a Igreja Matriz, o Núcleo de Pratas, o Solar dos Herédias, , o Museu Etnográfico da Madeira, o Farol, o Cais, o Miradouro de São Sebastião, o Miradouro do Espigão, o Miradouro Pousada dos Vinháticos na Serra de Água, o Miradouro da Encumeada, a Taberna de Poncha, a Fajã dos Padres e o Calhau da Lapa.

Santa Cruz: é uma cidade da Madeira com aproximadamente 43 mil habitantes. O concelho de Santa Cruz inclui as Ilhas Desertas situadas a sueste da ilha principal. Os locais mais destacados a vistar em Santa Cruz são: a Igreja Matriz, a Igreja da Misericórdia, o Forte de São Sebastião, a Capela Madre de Deus, o Mercado Municipal, o Solar do Bom Jesus, o aeroporto e o Aquaparque.

Casas de Santana

Casas de Santana, tipicas da ilha da Madeira
Casas de Santana, tipicas da ilha da Madeira

Santana: é uma vila na Madeira com aproximadamente 7800 habitantes situada na parte noroeste da ilha principal. É na vila de Santana onde ainda existem algumas das famosas casas tipicas da Madeira, de forma triangular cobertas de colmo, o Parque Temático da Madeira, os festivais de folclore que ocorrem em Julho e a Quinta do Furão rodeada de vinhedos que inclui um restaurante com varanda panorâmica sobre o norte da Madeira.

São Vicente: é uma localidade da Madeira localizada na parte norte da ilha principal com aproximadamente 5800 habitantes. Os locais destacados para visitar em São Vicente são: a Jardim de Plantas Indígenas, as Grutas de São Vicente, a Igreja Matriz, a Capela de São Vicente, a Capela do Pico da Cova, a praia do Calhau procurada por praticantes de surf de toda a Europa.

A Ilha da Madeira

Ilha da Madeira, conhecida como a Pérola do Atlântico encontra-se a uma distância de avião aproximada de 90 minutos de Lisboa e três horas e meia de Londres. A Madeira encontra-se praticamente na mesma latitude de Casablanca em Marrocos, o que permite um clima ameno com temperaturas entre os 25ºC no verão e os 17ºC no inverno. A água do mar é temperada devido à corrente quente do Golfo do México com temperaturas que oscilam entre os 22ºC no verão e os 18º C no inverno. O Funchal é a capital administrativa do arquipélago. O Porto de Recreio é uma referência de destaque no Funchal, local onde desembarcam aproximadamente 500 mil turistas todos os anos vindos através de cruzeiros dos continentes americanos, europeu e africano. Até ao início do século XXI, o Funchal foi a única cidade da ilha da Madeira, data em que Câmara de Lobos, Caniço, Machico, Santana e Vila Baleira foram elevadas a cidades.

Os relevos montanhosos mais importantes da ilha da Madeira são:

Pico Ruivo

Pico Ruivo, ilha da Madeira
A subida ao Pico Ruivo é uma experiência sensacional, devido ao desafio e à paisagem panorâmica sobre a ilha da Madeira!
  • Pico Ruivo: situado a uma altitude de 1862 metros, é o terceiro sistema montanhoso mais alto de Portugal
  • Pico das Torres: situado a uma altitude de 1851 metros, o Pico das Torres é quarto sistema montanhoso mais alto de Portugal
  • Pico do Areeiro: situado a uma altitude de 1818 metros, o Pico do Areeiro é o quinto sistema montanhoso mais alto de Portugal

A História da ilha da Madeira

A ilha da Madeira foi descoberta em 1419 por João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira. O nome "Madeira" foi atribuído devido a toda a ilha estar literalmente coberta de árvores e vegetação. A floresta da ilha da Madeira foi batizada de Laurissilva, a floresta de loureiros ainda cobre atualmente aproximadamente dois terços do território e é classificado como Património Mundial da UNESCO
O povoamento da ilha da Madeira começou no século XV. A economia da ilha da Madeira teve vários ciclos ao longo da história:

  • Cana-de-Açúcar: durou do século XV ao século XVII e transformou o Funchal num ponto de paragem obrigatório das rotas comerciais da Europa. O “ouro branco”, como era conhecida a cana-de-açúcar foi importado da Sicília pelo Infante D Henrique e atingiu o apogeu na década de 1520
  • Vinho: a decadência do comércio de cana-de-açúcar a partir do século XVI levou à substituição das plantações de canaviais por plantação de vinhedos. A realização de vários acordos comerciais com a Inglaterra aumentou a presença de comerciantes ingleses que promoveram a exportação do vinho da Madeira para a Inglaterra, para a América do Norte e para as Caraíbas.
  • Turismo: a ilha da Madeira começou a destacar-se na área do turismo durante século XVIII devido às qualidades climatéricas, indicadas para a cura de várias doenças, nomeadamente a tuberculose. A fama da ilha e a grande instabilidade política europeia dos séculos XVIII e XIX levaram ao aumento da presença de alemães, ingleses e russos no território da Madeira. O turismo teve um grande crescimento com a inauguração do Aeroporto de Santa Catarina em 1964 e com o aumento do porto do Funchal.

As Tradições, Produtos Regionais e Artesanato da Madeira

As tradições mais importantes da Ilha da Madeira são:

  • Bailinho da Madeira
  • Bonecas de Massa
  • Bordado
  • Colar de Rebuçados
  • Tapeçaria
  • Traje Regional
  • Vimes

Os produtos regionais mais importantes da Ilha da Madeira são:

  • Abacate
  • Anona
  • Banana
  • Batata-doce
  • Bolo do caco
  • Bolo de mel
  • Broas de mel
  • Cana-de-açúcar
  • Cereja
  • Maçã
  • Maracujá
  • Mel de cana
  • Protea
  • Sapatinho

A Gastronomia da Madeira

A gastronomia da Madeira baseia-se nos produtos existentes na ilha e proporcionam sabores únicos e inesquecíveis. Entre as iguarias madeirenses há a destacar:

  • Açorda
  • Bacalhau com natas
  • Bacalhau grelhado
  • Bolo do Caco
  • Carne de Vinho e Alhos
  • Espetada de carne em pau de louro
  • Lapas
  • Milho Frito
  • Peixe-espada preto frito
  • Peixe-espada com banana
  • Picadinho
  • Sandes de peixe-espada preto
  • Sopa de Tomate e Cebola
  • Bolo de Mel
  • Queijadas
  • Pudim de Maracujá
  • “Nikita”
  • Poncha
  • Vinho da Madeira

O Vinho da Madeira

O vinho da Madeiro é produzido desde a década de 1450, sendo uma das imagens de marca da ilha da Madeira devido à capacidade de envelhecimento e acidez do vinho. As primeiras castas foram importadas da Grécia por ordem do Infante D Henrique. Foi a bebida favorita de figuras importantes da história mundial, nomeadamente Winston Churchill, Napoleão Bonaparte, William Shakespeare, George Washington, Benjamin Franklin, John Adams e Thomas Jefferson. O vinho da Madeira foi usado para celebrar a declaração de Independência dos Estados Unidos da América a 4 de Julho de 1776.

A Região Vitivinícola da Madeira abrange uma área de 732 km2 e inclui uma paisagem única devido ao relevo acidentado. O vinho da Madeira apresenta condições únicas devido ao solo, ao clima e à proximidade do mar. A vindima é feita à mão devido ao relevo muito montanhoso da ilha e realiza-se entre Agosto e Outubro. Em 2016 foram produzidos aproximadamente 3.97 milhões de litros de vinho, a maior parte destinado ao mercado exterior, nomeadamente França, Reino Unido, Alemanha, Bélgica, Japão, Estados Unidos da América, Suíça e Canadá.

As castas mais importantes da região da Madeira são:

  • Boal
  • Malvasia
  • Sercial
  • Terrantez
  • Tinta Negra

Entre as várias empresas produtoras de vinho da Madeira enunciamos algumas mais conhecidas:

  • Blandy’s Wine Lodge
  • Henriques & Henriques Madeira
  • H M Borges, Sucrs
  • J Faria & Filhos
  • Justino’s Madeira Wines
  • Madeira Vintners
  • Madeira Wine Company
  • Pereira D’Oliveira
  • Vinhos Barbeito

Festas e Romarias do arquipelago da Madeira

  • Missas do Parto: realizam-se anualmente entre os dias 16 e 24 de Dezembro
  • Missa do Galo: realiza-se anualmente à meia-noite de 24 para 25 de Dezembro
  • Festas de Santo Amaro: realizam-se anualmente a 15 de Janeiro
  • Carnaval da Madeira: realiza-se anualmente em Fevereiro
  • Open Golf da Madeira: realiza-se anualmente em Abril e Maio
  • Rally da Ilha da Madeira: realiza-se anualmente em Julho e Agosto
  • Dia das Sete Senhoras: realiza-se anualmente no dia 15 de Agosto em sete locais – freguesia do Monte, sítios dos Lamaceiros, Estreito da Calheta, Estreito de Câmara de Lobos, sítio da Graça, Porto Cruz e na Serra de Água
  • Arraial do Monte: realiza-se anualmente no dia 15 de Agosto na cidade do Funchal
  • Festa do Santíssimo Sacramento: realiza-se anualmente no primeiro domingo de Setembro em São Vicente
  • Festa da Senhora da Piedade: realiza-se anualmente no terceiro fim-de-semana de Setembro no Caniçal
  • Festa do Senhor dos Milagres: realiza-se anualmente em Outubro no concelho de Machico
  • Festa de São Martinho: realiza-se anualmente no dia 11 de Novembro

A economia da Madeira

O turismo é o principal setor da economia da Madeira. A agricultura desempenha um papel também importante através da produção de produtos regionais: a banana, as flores e o vinho da Madeira. O Produto Interno Bruto (PIB) da Região Autónoma da Madeira é o segundo maior do país, a seguir a Lisboa: 5.224 milhões de euros em 2010. A indústria na região da Madeira é maioritariamente dominada por atividades ligadas ao artesanato regional, nomeadamente os bordados, as tapeçarias, as moagens, os produtos de panificação, os laticínios, a cerveja e o tabaco.

Capital da ilha da Madeira, cidade do Funchal

Funchal é a cidade capital da Madeira, capital do arquipélago é conhecida pela história, pelos restaurantes de luxo, pelos hotéis de quatro e cinco estrelas que disponibiliza a quem a visita, pelo clima temperado e pela estrela maior do futebol português, o Cristiano Ronaldo.
A zona histórica do Funchal é constituída por três núcleos principais:

Santa Maria: foi o primeiro núcleo da cidade. Os principais pontos de interesse são: o Museu da Eletricidade, a Fortaleza de São Tiago, a Capela do Corpo Santo, Igreja do Socorro, Jardim / Teleférico Almirante Reis, Praia de São Tiago, Praia da Barreirinha e Mercado dos Lavradores . Santa Maria corresponde à antiga cidade medieval, a partir de onde foi criada a localidade do Funchal no século XV

São Pedro: os principais destaques da zona de São Pedro no Funchal são: o Museu de História Natural do Funchal, o Museu Quinta das Cruzes, a Igreja São João Evangelista, a Igreja de São Pedro, a Igreja de Santa Clara, o Jardim de Plantas Aromáticas e Medicinais, o Jardim Quinta das Cruzes, o Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, o Colégio dos Jesuítas do Funchal, o Palácio de São Pedro, o Convento de Santa Clara, a Reitoria da Universidade da Madeira e a Fortaleza de São João Batista

Sé Catedral: na zona da Sé Catedral os principais atrações são: a rua dr Fernão de Ornelas, a praça do Carmo, a ribeira de Santa Luzia, o largo dos Varadouros, a praça de Colombo, a Câmara Municipal, o Cais da Cidade, o Jardim Municipal e a Muralha da Cidade. A Sé Catedral corresponde à segunda paróquia criada no Funchal e foi o centro urbano desde do século XVI

Atividades a disfrutar no Funchal

  • Passeios de barco para observação de baleias e golfinhos
  • Viagem em carros de cesto desde o Monte até ao Funchal
  • Visita às caves dos vinhos da Madeira
  • Visita a uma fábrica de bolos de mel
  • Visita a uma fábrica de bordados da Madeira
  • Visita à Zona Velha onde é possível ver “Arte de Portas Pintadas”

Atividades a disfrutar na ilha da Madeira, nos arredores do Funchal

  • Beber uma “poncha” com vista sobre a baía de Câmara de Lobos
  • Passeios a pé na zona das Queimadas em Santana
  • Asa Delta
  • Bodyboard
  • BTT
  • Canyoning
  • Coasteering
  • Escalada
  • Golfe
  • Karting
  • Mergulho
  • Observação de Aves
  • Observação de Cetáceos
  • Parapente
  • Passeios de barco
  • Passeios a cavalo
  • Passeios a pé
  • Passeios de Jipe
  • Pesca Desportiva
  • Rapel
  • Slide
  • Stand Up Paddle
  • Surf
  • Trail Running
  • Vela
  • Windsurf

A história do Funchal

O Funchal foi fundado em 1424, tornando-se na primeira cidade construída pelos europeus fora do Velho Continente. A capital da Madeira foi assim designada devido à presença em grande quantidade de uma planta aromática – o funcho, uma planta aromática que preenchia na totalidade a baía onde desembarcaram João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira. O povoamento do Funchal começou na margem esquerda da ribeira João Gomes e atingiu um desenvolvimento tão rápido que em 1451 foi elevada à categoria de vila. O crescimento da vila do Funchal deveu-se à cultura e comércio da cana-de-açúcar. Com a exploração da indústria do açúcar, a cidade da Madeira tornou-se um centro comercial internacional frequentado por italianos e flamengos. A prosperidade do Funchal fez com que fosse elevada à categoria de cidade no dia 21 de Agosto de 1508. A cidade foi quase toda destruída no terramoto de 1748. Com a elevação do arquipélago da Madeira a Região Autónoma no dia 25 de Abril de 1976, a cidade do Funchal passou a ser a capital administrativa da Região da Madeira.

Locais a visitar no Funchal

Campo de Golfe do Palheiro Ferreiro: este campo de golf foi projetado por Cabell B. Robinson e inaugurado em 1993. O campo de golf está inserido na Quinta do Palheiro Ferreiro com mais de 200 anos, de onde adquire o nome.

  • Jardim Botânico da Madeira: possui uma área superior a 36 mil metros quadrados e mais de duas mil plantas. Um edifício onde se estuda e preserva as plantas naturais do arquipélago é o grande motivo de visita
  • Jardim Municipal do Funchal: também conhecido por Jardim Dona Amélia, ocupa uma área aproximada de 8300 metros quadrados. Exemplares da flora da Madeira, um lago e um riacho com peixes e aves constituem os pontos de interesse
  • Jardim Orquídea: é um jardim único na Europa, inclui uma exposição de mais de 50 mil orquídeas
  • Jardins do Palheiro: inclui algumas das mais raras plantas exóticas, nomeadamente uma exposição de camélias
  • Jardins da Quinta da Boa Vista: a exposição de orquídeas é o grande destaque deste jardim
  • Jardim Quinta das Cruzes: foi última residência de João Gonçalves Zarco, inclui esculturas arqueológicas, a capela de Nossa Senhora da Piedade, o jardim arqueológico e a presença orquídeas, canforeiras, palmeiras e eucaliptos da Austrália
  • Jardim Tropical Monte Palace: neste jardim tropical podemos encontrar plantas exóticas oriundas de vários países, plantas da floresta Laurissilva, peixes Koi, cisnes nas várias lagoas, um painel de 166 azulejos denominado “As Aventuras dos Portugueses no Japão”, o museu com coleções sobre “A paixão africana” e os “Segredos da mãe natureza” tornam este jardim um local de visita obrigatória
  • Núcleo das Dragoeiras das Neves: aqui encontramos um conjunto de arvores dragoeiros centenários, um jardim de vegetação originária da Madeira e o Centro de Informação do Parque Natural da Madeira
  • Parque de Santa Catarina: localizado na Avenida do Infante, conta com uma área de 36 mil metros quadrados. A vista sobre a baía do Funchal, a grande quantidade de canteiros com espécies de árvores oriundas de todo o mundo, a Capela de Santa Catarina, a lagoa e uma ilha que serve de repouso e nidificação para aves são as principais atrações
  • Igreja do Colégio: é uma igreja jesuíta do século XVI. As pinturas dos séculos XVII e XVIII, os painéis de azulejos do século XVII e as estátuas de Santo Inácio de Loiola e de São Francisco Xavier estão entre os motivos para visitar
  • Igreja de Nossa Senhora do Monte: igreja que foi construída no século XVIII. O túmulo de Carlos de Habsbourg – último imperador da Áustria – e as peças de ourivesaria dos séculos XVII e XVIII constituem os principais pontos de interesse
  • Lido Promenade: paredão do Funchal que faz a ligação entre a praia Formosa e a zona do Lido. Inclui várias infraestruturas, nomeadamente o complexo balnear do Lido, o Clube Naval, o complexo balnear da Ponta Gorda e vários restaurantes
  • Marina do Funchal: fica localizada na baía do Funchal a uma distância aproximada de 530 milhas náuticas de Lisboa e 36 milhas náuticas de Porto Santo. Possui 210 lugares para iates e uma zona própria para embarcações de atividades náuticas e turísticas. A marina oferece vários serviços, nomeadamente balneários, loja de equipamentos náuticos, reparação de velas, correio, cais de abastecimento de combustível e vigilância 24 horas por dia. A Marina do Funchal foi distinguida com a Bandeira Azul da Europa
  • Mercado dos Lavradores: é um dos locais mais populares da cidade. No mercado é possível encontrar diariamente flores, frutas, legumes e peixe fresco de toda a ilha
  • Casa-Museu Frederico de Freitas: localizada no Palácio da Calçada, inclui núcleos de Escultura, Pintura, Gravura, Mobiliário, Cerâmica, Vidros e Metais
  • Madeira Story Centre: é um museu que fica localizado na Zona Velha do Funchal. Foi construído com o objetivo de divulgar a História e a Cultura da Madeira. Inclui uma loja de artesanato, um restaurante típico com terraço para 200 pessoas, um jardins temáticos e um miradouro onde se vê o centro histórico do Funchal
  • Museu Casa da Luz (Museu da Eletricidade): localizado na antiga Central Térmica do Funchal, este museu relata a história da eletricidade na Região Autónoma da Madeira
  • Museu das Cruzes: inclui a residência dos Morgados das Cruzes, a Capela de Nossa Senhora da Piedade, um Orquidário e um Parque Arqueológico
  • Museu de História Natural: localizado no Palácio de São Pedro, o museu foi inaugurado no dia 5 de Outubro de 1933. O edifício inclui o Museu de História Natural do Funchal, a Biblioteca Científica, o Aquário Municipal e o Jardim de Plantas Aromáticas e Medicinais
  • Museu do Brinquedo: o museu foi inaugurado em 2003 e inclui uma coleção aproximada de 20 mil peças do século XIX e do século XX
  • Museu Monte Palace: o museu inclui coleções permanentes – uma de minerais e outra de escultura contemporânea do Zimbabwe -, o Jardim Tropical Monte Palace, uma coleção de 166 azulejos sob o tema “A Aventura dos Portugueses no Japão” e esculturas oriundas de várias zonas do mundo
  • Museu do Vinho da Madeira: está localizado no atual instituto do Vinho da Madeira, foi inaugurado em 1984. Apresenta coleções que contam a história do vinho na Madeira. Os objetos etnográficos, a maquinaria, a linha de engarrafamento e uma exposição de fotografia permanente estão entre os principais pontos de interesse
  • Praia Formosa: localizada a aproximadamente dez minutos de automóvel do centro do Funchal, inclui três postos médicos, um parque infantil, estacionamento, balneários e Bandeira Azul
  • Praia do Gorgulho: praia de pedra que fica situada no Promenade do Lido
  • Teleférico do Funchal: o teleférico percorre uma distância aproximada de 3200 metros entre o Funchal e a freguesia do Monte – no ponto mais alto da capital da Madeira. Neste local é possível visitar o Jardim Tropical / Museu de Pedras Semipreciosas, a Igreja de Nossa Senhora do Monte, o Fontenário de Nossa Senhora do Monte e o Parque Municipal do Monte. Aqui existem duas opções de regresso ao centro da cidade: teleférico ou nos “Carrinhos de Cesto”

Locais a visitar na Madeira, fora do Funchal

  • Aquaparque de Santa Cruz: infraestrutura com capacidade aproximada para mil pessoas, inclui várias piscinas, três “waterslides”, quatro pistas rápidas, um “black-hole”, um rio “hole”, um rio lento, uma piscina de lazer e uma aqualândia infantil

Cabo girão, ilha da Madeira

cabo girão, ilha da Madeira
Vista da ilha da Madeira desde o Cabo Girão
  • Cabo Girão: com 580 metros de altitude é o cabo mais alto da Europa. Inclui um miradouro de onde é possível ver a Fajã – pequena área de terra cultivada na base da falésia - do Rancho, a fajã do cabo Girão (até 2003 só era possível chegar aqui de barco), o oceano Atlântico, Câmara de Lobos e o Funchal. Inclui uma plataforma suspensa em vidro e a capela de Nossa Senhora de Fátima. É um local muito frequentado por praticantes de parapente e base-jumping
  • Complexo Balnear da Laje: é um complexo balnear constituído por uma piscina para adultos, uma piscina para crianças, um solário, um bar, uma esplanada e serviço de primeiros socorros
  • Complexo Balnear da Ribeira do Faial: é um complexo balnear localizado na costa norte da ilha constituido por uma piscina natural, uma praia de calhau, um campo de jogos com piso em areia (realizam-se campeonatos internacionais de futebol, andebol e voleibol de praia), um pavilhão polidesportivo, uma piscina infantil de água salgada e um parque infantil. Próximo deste complexo balnear encontra-se uma pista de karting
  • Complexo Balnear da Ribeira de São Jorge: inclui uma praia de calhau com uma pequena lagoa de água doce, três piscinas e um restaurante. É uma zona muito frequentada pelos surfistas e bodyboarders
  • Complexo Balnear de São Vicente: este complexo balnear integra um solário, um restaurante, bar, ginásio, estacionamento e um passeio marítimo com uma extensão aproximada de 620 metros. É um local muito procurado pelos praticantes de canoagem, pesca desportiva, surf e bodyboard.
  • Complexo Turístico Galo do Mar: apresenta várias infraestruturas, nomeadamente piscina de água salgada, um centro de mergulho Manta Diving Center, bar, piscina infantil, balneários, nadador-salvador, uma loja de pão, restaurante com peixe fresco e uma zona comercial

Floresta Laurissilva, ilha da Madeira

floresta laurissilva, Ilha da Madeira
vista de paisagem de floresta laurissilva, Ilha da Madeira
  • Floresta Laurissilva: é a maior floresta de loureiros do mundo. Foi classificado como Património Mundial Natural da Humanidade pela UNESCO em 1999. Inclui inúmeras espécies de árvores, nomeadamente o til, o loureiro, o folhado e o pau branco. Entre as plantas herbáceas merece um destaque especial a orquídea da serra, única no mundo. A avifauna apresenta várias espécies como o pombo trocaz (exclusivo da ilha da Madeira), a freira da Madeira, o francelho, o tentilhão e o bisbis.

Levada do Caldeirão Verde, ilha da Madeira

levada do Caldeirão Verde na Madeira
Os caminhos de passeio nas encostas das montanhas na Madeira são conhecidos como "Levadas"
  • Levadas: são os canais de irrigação com trilhos para caminhantes porque antigamente não existiam estradas principais. As levadas mais famosas são: Levada do Rabaçal e 25 Fontes , Levada do Caldeirão Verde, Levada do Rei, Levada do Alecrim e a Levada dos Cedros. Existem mais de 200 levadas em toda a ilha numa extensão de mais de dois mil km. As levadas são realizadas por percursos bastante perigosos, apenas recomendadas a pessoas com elevada preparação física, espirito aventureiro e capacidade de orientação. São percursos extensos de vários kilometros realizados por percursos de montanha em ravinas acentuadas
  • Parque Natural da Madeira: Parque Natural criado em 1982 abrange aproximadamente dois terços da ilha. Inclui o Pico Ruivo, a maior parte da Floresta Laurissilva, campos agrícolas, levadas e a Ponta de São Lourenço

Piscinas naturais de Porto Moniz

  • Piscinas Naturais de Porto Moniz: piscinas constituídas por rochas vulcânicas que permitem a entrada natural do mar. Disponibiliza piscina infantil, parque infantil, parque de estacionamento, primeiros-socorros e bar
  • Porto de Recreio da Calheta: marina inaugurada em 2004, disponibiliza 339 atracações para navios de 6 a 25 metros de comprimento. Inclui wi-fi, 44 lugares de estacionamento para jet-skis e uma praia artificial nas redondezas
  • Praia da Calheta: é uma praia artificial que foi inaugurada em 2004 com areia importada de Marrocos. Apresenta aproximadamente cem metros de extensão, dois quebra-mares, um solário com 7300 m2. É muito procurada por praticantes de windsurf e de canoagem
  • Praia do Calhau da Lapa: é uma das praias com as águas mais limpidas da ilha e um silêncio único em toda a região
  • Jardim do Mar é composto por três praias: Portinho, Enseada e Ponta Jardim , ideais para a prática do surf. É considerado o paraíso do surf, sendo que este é um dos locais escolhidos para uma das etapas do Campeonato Mundial de Surf
  • Praia da Ribeira Brava: é uma praia situada no centro da Ribeira Brava, disponibiliza dois campos de areia para a prática de vólei de praia e futebol de praia, caiaques, restaurante, bar, casas de banho e nadador-salvador
  • Praia da Ponta do Sol: é uma praia conhecida pelas condições climatéricas de muito sol durante todo o ano, inclui serviços de parque de estacionamento e balneários
  • Prainha: é uma praia de areia negra de origem vulcânica. Os principais destaques da Prainha são as Dunas da Piedade, um restaurante, balneários e parque de estacionamento

A Ilha de Porto Santo

Porto Santo é uma ilha do arquipélago da Madeira localizada a aproximadamente 500 km da costa do continente africano e a 1000 km do continente europeu. Porto Santo tem aproximadamente 5500 habitantes e uma área física de 42.48 km2. A ilha foi descoberta em 1418 por João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira. Cristóvão Colombo viveu alguns anos em Porto Santo antes de partir para a América.
A ligação marítima à ilha da Madeira é assegurada por um ferry boat moderno, o Lobo Marinho – tem um comprimento de 112 metros, uma velocidade média de 21 nós, capacidade para 1150 passageiros e 160 veículos. Os bilhetes custam €50 na época baixa – de Janeiro a Março e de Outubro a Dezembro – e €60 na época alta – de Abril a Setembro. O ferry disponibiliza vários serviços para os passageiros, nomeadamente cafetaria, bar, sala de diversões para crianças, salão de jogos, cinema e restaurante. A viagem entre a Madeira e Porto Santo demora aproximadamente duas horas e quinze minutos.

A “Ilha Dourada” de Porto Santo é um dos locais de excelência para descansar e esquecer o agitado quotidiano. Em Porto Santo podemos disfrutar de uma enorme sensação de segurança, tranquilidade, apreciar os habitantes hospitaleiros da ilha, com 9 km de extensão de praias com águas quentes e areias finas, Porto Santo é um paraíso no meio do oceano Atlântico. Em dias de sol é possível passear e observar os golfinhos e as baleias nas águas costeiras. As areias de Porto Santo têm capacidades curativas únicas no mundo por apresentarem quantidades de estrôncio 40 vezes superior ao que é normal. A ilha é líder de mercado em tratamentos de areia, água e argila.
Porto Santo apresenta-se como um verdadeiro cartão postal: existem três miradouros principais, mas ao longo de toda a ilha encontram-se disponíveis dezenas de pontos de observação onde se pode observar a paisagem selvagem, as manchas verdes e o casario disperso. O bolo do caco, as lapas, o picadinho, o chouriço assado, as tripas de conserva e o prego no bolo do caco constituem exemplos de excelência da gastronomia da região.

Locais que podemos visitar em Porto Santo

  • Casa Museu Cristóvão Colombo: é o local onde viveu Cristóvão Colombo. Os retratos de Colombo, os mapas e exposições temporárias sobre a época dos Descobrimentos apresentam-se entre os principais destaques
  • Capela de Nossa Senhora da Graça: é uma ermida que foi construída em 1533. Em 1882 foi destruída, sendo reconstruída em 1951. Era o local onde os habitantes se protegiam dos ataques realizados por piratas durante os séculos XV e XVI
  • Centro de Artesanato: edifício localizado no centro da cidade, dedica-se à preservação e comercialização de produtos artesanais da ilha
  • Geopark de Porto Santo: apresenta 14 geosítios para conhecer por terra e por mar, Casa da Serra
  • Igreja Matriz: a igreja foi destruída várias vezes por piratas e corsários que atacavam a ilha. Os altares e telas da autoria de Martim Conrado e Max Romer constituem os principais pontos de interesse
  • Forte de São José: a linha de oito pequenos canhões e a vista que proporciona são as principais atrações
  • Fonte da Areia: é uma ilha que merece um destaque especial devido às nascentes naturais
  • Marina de Porto Santo: localizada no porto de abrigo da ilha de Porto Santo, a aproximadamente vinte minutos de distância a pé do centro do povoado. Dispõe de 165 lugares de acostagem para embarcações entre os 4 e os 15 metros de comprimento. Inclui balneários, sanitários, lavandaria, oficina e receção
  • Miradouro da Portela: localizado a aproximadamente 1.6 km do centro do povoado de Porto Santo, é possível obter uma vista panoramica sobre o Pico de Baixo e o Ilhéu de Cima
  • Ilhéu de Baixo ou da Cal: são as minas de calcário e as galerias escavadas no interior da rocha constituem pontos a visitar num ilhéu situado a sudoeste de Porto Santo
  • Miradouro Pico do Castelo: este miradouro localizado a aproximadamente 430 metros de altitude, inclui uma fortaleza do século XVI. A fortaleza Pico do Castelo é datada do século XVI e permite disfrutar uma vista panorâmica de Porto Santo constituem os principais destaques
  • Pico Ana Ferreira: as deformações prismáticas na rocha e o miradouro da Pedreira estão entre os grandes destaques. Daqui vê-se o Ilhéu de Fora, o Pico do Facho e o Pico do Castelo
  • Pico do Facho: é o pico mais elevado de Porto Santo com 517 metros de altitude. Na Idade Média acendiam-se fogueiras para avisar a população da chegada de piratas. A Serra de Fora e o vale da Serra de Dentro são os principais locais a visitar
  • Pico das Flores: localizado na zona ocidental da ilha, permite a visualização de toda a ilha dourada, das Ilhas Desertas e da ilha da Madeira. O parque de piqueniques Sítio dos Morenos é o local indicado para comer e descansar
  • Ponta da Calheta: é uma praia remota, destaca-se por ter um areal pequeno e rodeado de rochas. A lagoa e a vista para o Ilhéu da Cal tornam-na única em toda a ilha. É a praia ideal para os amantes de mergulho
  • A praia do Cabeço: localizada na zona de hóteis a aproximadamente quatro km do centro da cidade. Praia indicada para as crianças devido à presença de um parque infantil
  • Praia da Fontinha: localizada ao lado da praia das Pedras Pretas, é a praia favorita dos habitantes da Madeira. Um parque de campismo e a Bandeira Azul constituem os motivos por ser tão frequentada na época alta
  • Praia das Pedras Pretas: localizada no Sítio das Pedras Pretas, é a praia mais frequentada pelos habitantes de Porto Santo. As palhotas são marcantes na paisagem
  • Praia do Penedo: localizada no extremo sudeste da ilha, tem bandeira azul e merece destaque pela tranquilidade
  • Praia do Porto Santo
  • Quinta das Palmeiras: integrado numa área de 5380 m2, inclui um mini jardim zoológico e um mini jardim botânico
  • Sítio das Pedras Pretas
  • Zimbralinho: é uma praia remota de Porto Santo com a água azul turquesa é chamada de Lagoa Azul pelos habitantes, a vista panoramica e as rochas são os principais destaques

Atividades a disfrutar em Porto Santo

  • Asa delta
  • parapente
  • Ciclismo
  • motociclismo
  • Golfe: o Campo de Golfe de Porto Santo foi inaugurado em 2004. Inclui um circuito de 18 buracos par 72 e um circuito rápido de nove buracos par 3 – Pitch and Putt.
  • Jetski
  • esqui aquático
  • windsurf
  • surf
  • kitesurf
  • Hipismo
  • Mergulho: o local mais visitado pelos mergulhadores fica a sul do Porto de Abrigo devido à presença do navio “Madeirense” naufragado desde o ano 2000, um navio de transporte que fazia a ligação regular entre as ilhas da Madeira e ilha do Porto Santo
  • caminhadas a pé: a Região Autónoma da Madeira recomenda a realização de dois percursos principais: PR1 Vereda do Pico Branco e Terra Chã, PR2 Vereda do Pico do Castelo
  • Passeios de barco
  • Passeios todo o terreno
  • Pesca desportiva: merece destaque a pesca de espadim azul com mais de 500 kg
  • Ténis: a ilha de Porto Santo oferece um dos maiores aldeamentos de ténis de Portugal. Inclui um estádio com capacidade para mil espetadores, cinco campos secundários e dois campos de padel
  • Velejar

Festas e romarias em Porto Santo

  • Dia dos Reis Magos: realiza-se anualmente no dia 6 de Janeiro
  • Festa de Santo Amaro: realiza-se anualmente no dia 15 de Janeiro
  • Festas de São João: realizam-se anualmente nos dias 23 e 24 de Junho
  • Festa de Nossa Senhora da Graça: realiza-se anualmente nos dias 14 e 15 de Agosto
  • Festa das Vindimas: realiza-se anualmente em Agosto
  • Festival de Colombo: realiza-se anualmente em Setembro

Ilhas Desertas, arquipélago da Madeira

As Ilhas Desertas estão situadas a sudeste da ilha da Madeira numa área aproximada de 12500 hectares. São constituídas por duas ilhas e um ilhéu:

  • Ilhéu Chão
  • Deserta Grande
  • Bugio

As ilhas foram descobertas em 1420/21 por João Gonçalves Zarco. O povoamento foi tentado várias vezes, mas sem sucesso devido ao clima austero e ao relevo muito acidentado. Entre 1894 e 1971 as ilhas foram propriedade privada de duas famílias inglesas. Em 1971 foram compradas pelo Estado Português e transformadas em Reserva Natural.
As Ilhas Desertas incluem fauna e flora muito ricas, nomeadamente a existência de uma colônia de aproximadamente 40 lobos-marinhos, aves marinhas, insetos e plantas.

As Ilhas Selvagens, Arquipélago da Madeira

As Ilhas Selvagens estão localizadas a aproximadamente 280 km a sul da ilha da Madeira e a 165 km a norte das Ilhas Canárias, encontram-se administrativamente integradas no concelho do Funchal. É a única região portuguesa classificada com a distinção de Diploma Europeu para as Áreas Protegidas. O arquipélago é constituído por três ilhas e várias ilhotas numa área total de 273 hectares:

  • Ilha Selvagem Grande
  • Ilha Selvagem Pequena
  • Ilhota do Palheiro da Terra
  • Ilhota do Palheiro do Mar
  • Ilhéu Alto
  • Ilhéu Comprido
  • Ilhéu de Fora
  • Ilhéu Redondo
  • Ilhéus do Norte

Veja o video sobre as Ilhas Selvagens do Arquipélago da Madeira

As Ilhas Selvagens foram descobertas em 1364 pelos irmãos italianos Pizzigani. Diogo Gomes da Silva deu-lhes o nome atual em 1438. As ilhas Selvagens pertenciam a uma importante família da ilha Madeira, os Caiados. Em 1904 foram vendidas à família do banqueiro Rocha Machado. Em 1971 o Estado Português comprou as Ilhas Selvagens e transformou-as em Reserva Natural das Ilhas Selvagens. As Ilhas Selvagens são consideradas um santuário para várias espécies de aves marinhas, nomeadamente as cagarras – aproximadamente 40 mil nesta região. Constituem a maior colónia de cagarras do mundo.

Factos rápidos sobre o arquipélago da Madeira

  • População: aproximadamente 270 mil habitantes
  • Área Geográfica: 798 km2
  • Aeroporto: 1 (Aeroporto Internacional da Madeira)
  • Capital Administrativa: Funchal
  • Campos de Golfe: 3 (Palheiro Golfe, Clube de Golfe Santo da Serra, Clube de Golfe do Porto Santo)
  • Centros Comerciais: 9 (Centro Comercial Anadia Shopping, Centro Comercial Arcadas de São Francisco, Centro Comercial Caniço Shopping, Centro Comercial Galerias de São Lourenço, Centro Comercial Fórum Madeira, Centro Comercial La Vie, Centro Comercial Madeira Shopping, Centro Comercial Monumental Lido, Centro Comercial do Oudinot)
  • Complexos Desportivos: 4 (Complexo Piscinas Olímpicas do Funchal, Complexo Desportivo de Água da Pena, Clube de Ténis do Funchal, Polidesportivo da Foz da Ribeira do Faial)
  • Estabelecimentos Turísticos Cinco Estrelas: 25 (Estalagem Albatroz, Estalagem Quinta das Vistas, Estalagem Quinta do Estreito, Estalagem Quinta do Monte, Hotel Apartamento Royal Savoy, Hotel Belmond Reid’s Palace, Hotel Cliff Bay, Hotel Enotel Lido, Hotel Meliá Madeira Mare, Hotel Pestana Carlton Madeira, Hotel Pestana Casino Park, Hotel Pestana Grand, Hotel Pestana Porto Santo, Hotel Quinta da Serra, Hotel da Quinta Mirabela, Hotel The Vine, Hotel Vidamar Resorts Madeira, Aldeamento Turístico Village Cabo Girão, Quinta Casa Velha do Palheiro, Quinta Jardins do Lago, Quinta da Bela Vista, Quinta da Casa Branca, Quintinha São João, Conjunto Turístico Pestana Colombos, Conjunto Turístico Saccharum Hotel Resort & Spa)
  • Kartódromo: 1 (Kartódromo do Faial)
  • Marinas e Portos: 11 (Gare Marítima Internacional do Funchal, Marina do Funchal, Marina da Quinta do Lorde, Marina do Porto Santo, Porto do Funchal, Porto de Abrigo do Porto Moniz, Porto de Abrigo do Seixal, Porto de Abrigo do Porto Santo, Porto Comercial do Caniçal, Porto de Recreio de Machico, Porto de Recreio da Calheta)
  • Promenades: 10 (Promenade de Câmara de Lobos, Promenade do Caniço, Promenade do Jardim do Mar, Promenade dos Juncos, Promenade do Lido, Promenade de Machico, Frente Mar do Porto Moniz, Promenade Praia Formosa-Baía de Câmara de Lobos, Promenade da Ribeira Natal, Promenade de Santa Cruz)

Veja no mapa os pontos referentes às explicações no texto sobre o arquipélago da Madeira


menu